top of page
  • Foto do escritorMari Guedes

Capital cria 34 Centros de Línguas para ensino de idiomas aos estudantes da rede municipal

Aulas de inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e japonês serão oferecidas para mais de 8 mil alunos do Ensino Fundamental

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação, lançou 34 polos do Centro de Estudos de Línguas Paulistano (CELP), que vão funcionar como escolas de idiomas destinadas exclusivamente aos estudantes da rede municipal da capital. O decreto que oficializa a criação foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (8).

A partir do próximo ano, o CELP vai oferecer cursos de inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e japonês. Serão cerca de 8.600 vagas para os alunos matriculados a partir do 6º ano do Ensino Fundamental. Os cursos terão duração de três anos e meio e as aulas serão ministradas nas salas web da Rede UniCEU.

Os trabalhos serão realizados em parceria com consulados e organizações internacionais, que vão colaborar com a formação e seleção de professores que ministrarão os cursos, além do desenvolvimento de um currículo para o ensino de idiomas específico para o CELP. A SME já possui acordos de cooperação firmados com o Goethe-Institut São Paulo, da Alemanha, e o Consolato Generale d´Italia San Paolo, da Itália.

Para o secretário de Educação, Fernando Padula, esta será mais uma oportunidade de expandir os horizontes dos estudantes da capital.

Material didático

A SME, com o objetivo de apoiar os estudantes na aprendizagem, iniciou a licitação para a compra de aproximadamente 14 mil livros didáticos para o ensino de inglês, espanhol, francês, alemão e italiano.

O material para o curso de japonês será obtido por meio de parceria com a Secretaria Estadual da Educação. O Goethe-Institut São Paulo também doará 1.150 livros didáticos de alemão para o CELP.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page